Democratização Jurídica | Inclusão Legal | Content Law      #LawIsCool

Uso de tecnologia facilita processos jurídicos em multinacional

Whirlpool é também detentora das marcas Brastemp e Consul
Whirlpool é também detentora das marcas Brastemp e Consul - Freepik

COMPARTILHE

Conhecida mundialmente por fabricar eletrodomésticos de linha branca, que facilitam o dia a dia de seus consumidores, a Whirlpool, detentora das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid no Brasil, é reconhecida por ser uma empresa inovadora no seu setor, e com o jurídico não poderia ser diferente. A Companhia conquistou recentemente a certificação “Departamento Jurídico 4.0” da Associação Brasileira de Lawtechs e Legal Techs, que fomenta o ecossistema jurídico, promovendo debate, educação e inovação.

Com a aplicação dos conceitos de eficiência jurídica, baseada em conectar a estratégia do departamento jurídico com a estratégia da empresa, o time passou a implementar ações capazes de tornar processos e gestão mais produtivos, bem como gerar receita. O departamento consegue gerar maior independência para os clientes internos, acabar com  atividades repetitivas dos advogados e evitar erros manuais de informações, de forma alinhada à estratégia da empresa. 

A implementação é recente em muitas empresas, e a Whirlpool é uma das primeiras a adotar dentro da área sob a liderança de Felipe Coffone, que também é co-fundador da metodologia.

“Temos implementado uma agenda de transformação digital e inovação há alguns anos também na área jurídica e vejo a cada dia a mudança de mindset, as melhorias para as equipes e os resultados alcançados”, afirma Bernardo Gallina, vice-presidente de Jurídico, Compliance e Assuntos Corporativos da Whirlpool para América Latina. 

Com a revisão dos processos e o uso de RPAs (Robotic Process Automation), por exemplo,  o tempo interno gasto para realizar um pagamento reduziu cerca de 70%. Além da otimização, no último ano, o time se dedicou a uma agenda de previsibilidade, construindo um modelo em machine learning capaz de prever com 95% de assertividade o volume de novas ações. “Sem a utilização de tecnologia, certamente não teríamos alcançado os patamares de eficiência e geração de valor que temos hoje no jurídico”, complementa Gallina. 

A área é composta por profissionais do Brasil e de outros países da América Latina, trabalhando em todas as agendas do departamento jurídico. Segundo Gallina, a Companhia acredita que a multidisciplinaridade de competências exponencia os resultados, além da diversidade ser um dos Valores da empresa e a adoção das práticas de eficiência jurídica fazem parte de uma estratégia que contribui também com pilar de Governança da agenda ESG (Meio Ambiente, Social e Governança) da Companhia. 

COMPARTILHE

Leia também

Receba nossa Newsletter

Negócios, Compliance, Carreira, Legislação. Inscreva-se e receba nosso boletim semanal.

TAGS

NOSSAS REDES

Nosso site utiliza Cookies e tecnologias semelhantes para aprimorar sua experiência de navegação e mostrar anúncios personalizados, conforme nossa Política de Privacidade.